• Mirna Fernandes

Yamas

Atualizado: Jun 18

No segundo capítulo dos Yoga Sutras (Sadhana Pada), Patanjali descreve no sutra I.29 os oito membros do yoga

No sutra I.30 Patajanli fala do primeiro deles que é YAMA, e está relacionado a conduta ÉTICA. E se divide em 5 preceitos básicos:


1 - AHIMSA (I.35 AHIMSA PRATISTHÃYAM TAT SAMNIDHAU VAIRA TYAGAH

Na presenças de alguém com princípios assentados em não violência, cessam todas as hostilidades


"himsa" significa violência, matar e a partícula "a" significa uma negação. Mas ahimsa é muito mais do que um mandamento para não matar, tem um sentido muito mais amplo de amor. Um amor que abarca toda a criação divina. Somos todos filhos do mesmo Pai. O yogue acredita que matar é não insultar o seu Criador. Desse preceito, surge para o yogue o caminho natural para o vegetarianismo, como o gurujii Iyengar diz "a violência é um estado de espírito e não uma questão de dieta."

A violência nasce do medo, da fraqueza, da ignorância, da necessidade de se proteger e o yogue aprende que sozinho não é capaz de proteger a si mesmo e nem aos outros é preciso cultuar a fé em Deus que é a fonte de todas as forças.


2 - SATYA (I.36 - SATYA PRATISTHAYAM KRIYA PHALASRAYATVAM)

Para aqueles cujos princípios estão assentados na veracidade, as ações e seus resultados tornam-se subservientes


Satya significa verdade. Essa é a mais alta regra de conduta e de moralidade. "Assim como o fogo queima as impurezas e refina o ouro, o fogo da verdade depura o yogue e queima suas impurezas.

Se a mente tem pensamentos de verdade, se a língua profere palavras de verdade e se toda a vida é baseada na verdade, então a pessoa está preparada para a união com o Infinito"


3 - ASTEYA (I.37 ASTEYA PRATISTHAYAM SARVA RATNOPACHTANAM)

Todos os que possuem a qualidade do não furtar como princípio, adquirem toda a riqueza


"Teya" significa roubar e o sufixo "a" significa não, ou seja, "não roubar". Esse preceito fala sobre desejar o que é do outro, cobiçar, ter inveja até chegar ao impulso de roubar.

apropriação indébita, quebra de confiança, mesquinhez, má administração e o mau uso também podem ser considerados como formas de "roubo".


4 - BRAHMACHARYA (I.38 BRAHMACARYA PRATISTHAYAM VIRYA LABHAH)

Aquele que tem consciência por princípio ganha vigor


Não desperdiçar energia. Algumas traduções falam em celibato. A energia sexual que se preserva transforma-se numa energia sutil chamada ojas que é similar ao magnetismo pessoal. Fortalece a personalidade inteira, enrijece os nervos, melhora o desempenho do cérebro e tranquiliza a mente.

O ojas quando armazenado cria tejas . Tejas é a aura ou o brilho. Assim como o carbono que deixado fechado na terra transforma-se num diamante brilhoso, assim também acontece com o sêmen.


5 - APARIGHARA (I.39 APARIGHAHA STHAIRYE JANMAKATHAMTA SAMBODHAH)

Quando a falta de ganância é confirmada, vem uma completa iluminação do como e porquê do nascimento de alguém


Abstenção da ganância e do hábito de acumular, pois essa também é uma forma de furtar.

Apesar de terem sido escritos a milênios, são preceitos extremamente atuais, tudo que nossa sociedade “civilizada” e carente de valores, está precisando nesse momento.

Yoga já foi visto como algo de gente estranha, gente esquisita e fora da realidade. Mas, hoje temos visto que é exatamente o que tem feito a diferença na vida de muitas pessoas, trazendo equilíbrio emocional, confiança e paz interior.... uma verdadeira dádiva dos grandes sábios


Boa prática!

Namaste


10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Nyamas